Vivemos uma era em que o digital definitivamente é o meio de empoderamento dos usuários. Através das redes sociais e mecanismos de busca, basicamente todo o conhecimento do mundo está na palma das mãos de qualquer um. É possível buscar informações sobre determinado produto, análises, críticas, e através disso acabar com a reputação de algo sem isso ao menos ter visto a luz do dia.

Nesse cenário que pode parecer caótico para muitos, quem se dá bem é a escola que consegue enxergar, através dos dados, informações relevantes para a tomada de decisão.

Sim, meu caro gestor escolar. Dados! Números, planilhas, métricas e por aí vai. E antes de torcer o nariz, eu já adianto: você tem todo o direito de não gostar de números, claro. Mas em uma realidade cada vez mais conectada, digital e dinâmica, você precisa ter algum profissional ou agência de confiança à disposição para te ajudar com isso.

“Marketing sem dados é como dirigir com os olhos fechados.”

Dan Zarrella, HubSpot

E tais dados, que causam tanto espanto e estranheza para a maioria dos gestores escolares, pode ser fator crucial de clareza e embasamento estratégico.

O comportamento dos pais ao longo do ano

Quem trabalha ou vivencia o ambiente escolar rotineiramente, sabe muito bem que existem basicamente dois momentos durante a época de matrículas que causam mais comoção da comunidade escolar e dos pais:

  • A abertura das matrículas: momento pelo qual, normalmente, os pais mais organizados anseiam, para poder contar com uma série de benefícios que as escolas usualmente disponibilizam (descontos, brindes, vantagens e etc)
  • A fase final, quase no fechamento: aquele momento em que muitas das vezes o ano letivo já se iniciou, mas que é o oásis daquele pai de aluno que normalmente deixa as coisas para cima da hora, ou que ficou em dúvida até o último momento sobre qual escola escolher para seus filhos.

Saber disso é algo quase que instintivo, que provavelmente levou alguns anos para poder criar tamanha noção sobre o comportamento do seu público, quase que um conhecimento empírico. Mas a pergunta é: as escolas precisam ser reféns disso? De ter que aprender esse tipo de coisa de forma prática? ????

Afinal, pais de alunos são pais de alunos em qualquer lugar, e se você fizer uma pesquisa estatística, vai ver que a forma de pensar, suas necessidades e dores são praticamente as mesmas. Ou seja: a demanda pelo serviço da sua escola já existe antes mesmo da sua escola existir.

E é aí que o marketing digital pode ajudar qualquer instituição de ensino a entender melhor como agir.

Analisando os dados

Dê uma olhada no gráfico abaixo:

Google Trends

Ele foi feito no Google Trends, e mostra a quantidade de buscas mensais pelo termo “escola particular”, em todo o Brasil, nos últimos 10 anos. Vamos analisá-lo?

  • As setas vermelhas indicam os meses de janeiro
  • As setas verdes indicam os meses de dezembro
  • Os círculos amarelos indicam junho/julho

Temos que entender, antes de mais nada, que o comportamento do consumidor vai além de plataformas, redes sociais ou mecanismos de busca. Ou seja: se há a procura por determinado termo no Google, com toda a certeza há uma predisposição para mais usuários sobre este assunto em qualquer lugar, não só apenas ali. Como minha avó dizia: onde há fumaça, há fogo. ????

Então, analisando o gráfico acima podemos concluir várias coisas:

  • O momento de maior procura por escolas particulares é em janeiro
  • Há uma desaceleração em dezembro, muito por conta do fim de ano, as pessoas voltam suas atenções para as festividades
  • Junho e julho são os meses com menor procura
  • Gradativamente o interesse vai se intensificando em agosto e setembro
  • O ápice do interesse no ano antes da virada são os meses de outubro e novembro
  • Em fevereiro há uma queda acentuada (festividades, carnaval, e também o fato de já ter definido tudo em janeiro)
  • Mas mesmo com a queda, fevereiro ainda tem mais procura do que os meses de maior procura do ano anterior (outubro e novembro) ????
  • Em março o interesse praticamente se equivale aos meses de agosto e setembro (e tem muita escola achando que todos já se matricularam) ????

Não é interessante, através de números, poder guiar suas decisões? Diminuir o achismo na definição das suas estratégias é fundamental para se ter sucesso no marketing digital e te fazer alcançar resultados cada vez melhores! ????

Escreva um Comentário